Leia Mais

Brasil atinge 7 GW de energia solar fotovoltaica

Em novembro, a ABSOLAR (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica) registrou mais de 7 gigawatts (GW) de potência operacional em energia solar fotovoltaica no Brasil. O setor cresce no Brasil a cada ano e os investimentos somam mais de 35 bilhões de reais desde 2012.

 

Composta por projetos de usinas fotovoltaicas de grande porte, a geração centralizada representa 3 GW e opera em nove estados brasileiros (Bahia, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Piauí e Rio Grande do Norte, Minas Gerais e São Paulo e Tocantins).

 

Na geração distribuída os consumidores residenciais e do setor de comércio e serviços lideram com 76% dos sistemas instalados, seguidos por produtores rurais (13,2%), indústrias (8,9%), poder público (1,2%) e outros tipos (0,1%). Os estados com maior potência instalada são: Minas Gerais, São Paulo, Rio Grande do Sul, Mato Grosso e Paraná, respectivamente.

 

Atualmente a fonte solar fotovoltaica está em sexto lugar na matriz elétrica brasileira, já superando toda a capacidade instalada de termelétricas a carvão e usinas nucleares. No Brasil, existem mais de 333 mil sistemas solares fotovoltaicos conectados e cerca de 415 mil unidades consumidoras.

 

“A energia solar fotovoltaica reduz o custo de energia elétrica da população, aumenta a competitividade das empresas e desafoga o orçamento do poder público, beneficiando pequenos, médios e grandes consumidores do País. O setor solar fotovoltaico trabalha para acelerar a expansão renovável da matriz elétrica brasileira, a preços competitivos. Somos a fonte renovável mais barata do Brasil e ajudaremos o País a crescer com cada vez mais competitividade e sustentabilidade”, aponta Rodrigo Sauaia, CEO da ABSOLAR.

Precisa de ajuda?