Leia Mais

Como a radiação solar é utilizada na energia solar?

A radiação solar é muito importante para a geração solar fotovoltaica e o Brasil possui um excelente potencial para a energia solar.  A radiação solar é um termo utilizado para se referir a energia radiante liberada pelo Sol que é transmitida para terra sob a forma de ondas eletromagnéticas.

Essa radiação varia de acordo com condições atmosféricas do planeta, horário do dia, clima da região e também localização geográfica. Segundo o Atlas Solar Brasileiro, incide diariamente em nosso país entre 4.444 Wh/m² a 5.483 Wh/m².

A região nordeste apresenta uma radiação global média de 5,9 Kwh/m². Já a região centro-oeste aparece em segundo lugar com uma radiação global média de 5,7 Kwh/m². Em seguida estão a região sudeste com uma radiação global média de 5,6 Kwh/m² e a região norte com 5,5 Kwh/m².

Por fim, a região sul aparece como a região com pior radiação solar, com 5,2 Kwh/m². Mas com uma diferença apenas de 0,7 Kwh/m² para a região mais ensolarada, que é a nordeste.

A radiação solar é muito importante para a geração solar fotovoltaica. Tanto que é um dos fatores que se leva em consideração na hora de fazermos o dimensionamento do sistema solar fotovoltaico para os clientes.

Porém, os módulos solares fotovoltaicos são fabricados para obter o aproveitamento máximo a uma temperatura de 25ºC. Cada grau acima desse, o módulo perde um pouco de rendimento. Assim, apesar da região nordeste apresentar a melhor radiação solar, os sistemas fotovoltaicos da região perdem rendimento devido às altas temperaturas.

Já o Rio Grande do Sul apresenta temperaturas médias mais próximas aos 25º Celsius, fazendo com que gerar energia solar fotovoltaica no Rio Grande do Sul seja tão vantajoso quanto no nordeste brasileiro.

 

Leia Mais

Dicas para apresentar a proposta comercial de energia solar

Uma boa proposta comercial de vendas é aquela capaz de encantar o cliente. De maneira objetiva e precisa, deve ser construída para atrair a atenção de quem a recebe logo nos primeiros momentos.

A energia solar tem diversos benefícios, mas cabe ao integrador saber montar um material que traduza isso para o seu cliente. SA apresentação do projeto de energia fotovoltaica é provavelmente a última etapa para fechar o negócio com o cliente. Por isso, use esse momento para dar o seu máximo e mostrar tudo que seu serviço pode entregar para o cliente.

 

Criando a o material visual

O primeiro passo ao montar a apresentação é construir um roteiro de tudo que precisar ser dito durante o encontro. Lembre-se de ser objetivo e claro, apresentações muito longas tendem a criar desinteresse e desfocar os compradores. O seu cliente quer saber sobre o produto, tirar suas dúvidas e receber as informações que são do seu interesse.

Prepare uma apresentação comercial atraente, com um layout profissional, que chame atenção, seja didática, represente os valores, a missão e os objetivos da sua empresa. Fale sobre todos os benefícios da energia solar, apresente dados confiáveis e relevantes e valorize o seu diferencial frente aos concorrentes.

Na hora de criar os slides preste atenção a cada detalhe, ele deve ser coerente e transmitir a proposta de valor da sua empresa. Crie uma sequência lógica, primeiro se apresentando, apresentando a empresa, falando sobre a energia solar e seus benefícios até chegar nas propostas especificas para aquele cliente.

 

Se prepare para a hora da apresentação

Com o material estudado e revisado, chegou a hora da reunião. O investimento de energia solar tem um valor agregado alto e durará por muitos anos, por isso é imprescindível passar confiança para o cliente. O que for dito precisa confirmar o que está na apresentação mostrada e ambos aspectos irão caminhar juntos, em direção a conseguir a venda.

Crie momentos de conexão entre a necessidade do seu cliente com a proposta da energia solar fotovoltaica. Pra isso, foque em compreender qual o problema do seu cliente e com dados, exemplos, projetos já executados mostre como você pode resolver.

Fale de forma clara e objetiva, sempre prezando pela gramática e oratória. Também, se atente para o tempo de apresentação, evitando a sobrecarga de informações e dispersão da atenção dos clientes.

Leia Mais

Conheça a história da energia solar

A energia solar fotovoltaica é obtida através da conversão da radiação solar em eletricidade por intermédio de materiais semicondutores. Esse fenômeno é conhecido como Efeito Fotovoltaico.

O Efeito Fotovoltaico foi observado pela primeira vez em 1839 pelo físico francês Edmund Becquerel, numa solução de selênio. Becquerel notou o aparecimento de uma tensão entre os eletrodos de solução condutora, quando esta era iluminada pela luz solar. Mais tarde, por volta do ano de 1870, o efeito fotovoltaico foi estudado em sólidos, tal como o selênio e, por volta de 1880, a primeira célula fotovoltaica foi construída utilizando-se o selênio. A eficiência desta célula era na faixa de 2%.

Pesquisas em aplicações práticas para a tecnologia fotovoltaica foram iniciadas nos Estados Unidos na década de 1950. Em 1954, o Laboratório Bell produziu a primeira célula fotovoltaica de silício de junção PN. A partir de então se trabalhou na obtenção de um sistema realizável e de longa duração para sistemas de alimentação de satélites.

Com a crise mundial de energia de 1973/74, a preocupação em estudar novas formas de produção de energia fez com que a utilização de células fotovoltaicas não se restringisse somente à programas espaciais, mas que fosse intensamente estudada e utilizada no meio terrestre para suprir o fornecimento de energia.

A eletricidade solar fotovoltaica é considerada uma tecnologia energética promissora. As células solares convertem diretamente a energia solar – a mais abundante fonte de energia renovável – em eletricidade. O Processo de geração, executado por dispositivos semicondutores, não tem pares móveis, não produz cinzas nem outros resíduos e, por não liberar calor residual, não altera o equilíbrio da biosfera. Como não envolve queima de combustíveis, evite por completo o efeito estufa.

Hoje, os maiores esforços em torno da tecnologia são feitos em busca de sua maior eficiência, como a célula de Pervoskita, que promete níveis de eficiência bem acima das feitas de silício. Mas inovações estéticas também foram feitas, como as telhas solares da Tesla, que visam tornar as retangulares placas solares mais agradáveis ​​ou bonitas.

 

Outra frente neste quesito é a fotovoltaica aplicada à construção, no qual painéis solares flexíveis, ou até mesmo rígidos, são incorporados diretamente no projeto, como carports solares. A tecnologia solar já percorreu um longo caminho, mas essas inovações mostram que ela está ainda só no começo.

Leia Mais

Manutenção do sistema de energia solar

Frente a outras instalações de geração de energia elétrica, as de sistemas fotovoltaicos apresentam menores exigências de manutenção, desde que estejam devidamente projetadas. Tal assertiva se deve ao fato desses sistemas não serem constituídos, em sua grande maioria, de partes móveis submetidas a desgastes, além de não requererem lubrificação.

Manutenção Preventiva

A manutenção preventiva do sistema de energia fotovoltaica basicamente se resume a uma boa limpeza periódica dos painéis solares e tem o objetivo de reduzir o risco de avarias no sistema.

A limpeza dos painéis deve ser feita com água sem qualquer produto adicionado a mesma. A sujeira pode resultar de excrementos de pássaros, emissões, poeira ou sujeira que se instalam e se acumulam na superfície dos módulos. Sujeira extensiva pode reduzir a produção do arranjo em 10% a 20% ou mais. Durante a limpeza o técnico deverá evitar se apoiar nos painéis. A limpeza deverá ser feita preferencialmente em horários em que os painéis não estejam quentes para evitar choque térmico, de modo a não danificar o vidro de cobertura.

Também deve ser feita uma limpeza do entorno do sistema. Quaisquer folhas, lixo ou outros detritos que se acumulem ao redor dos painéis fotovoltaicos devem ser removidos. Estes materiais podem apresentar um risco de incêndio, bem como um problema de drenagem adequada e podem levar a problemas de bolor e insetos que podem redundar na degradação da fiação ou em componentes.

Manutenção Preditiva

A manutenção preditiva do sistema de energia solar consiste em realizar uma inspeção visual periódica no painel a fim de identificar arranhões, manchas, rachaduras ou indícios de quebra.

Além disso, é necessário acompanhar frequentemente os índices de desempenho da usina, como a variação da potência pico e o total de energia produzido em diferentes condições pluviométricas, para verificar se o sistema está funcionando corretamente.

As simples observação e análise do sistema solar fotovoltaico podem ser feitas pelo próprio usuário, reduzindo os custos com manutenção corretiva ao identificar possíveis danos logo no início.

Manutenção Corretiva

Se mesmo após a limpeza dos painéis fotovoltaicos for identificado baixo rendimento da usina, é recomendável acionar a assistência técnica especializada para realização de diagnóstico profissional e reparo técnico do sistema.

Um dos problemas mais comuns nos sistemas fotovoltaicos são os associados a baterias. A manutenção da bateria inclui verificação e reabastecimento de eletrólito, limpeza, reaperto dos terminais, medição das tensões das células, gravidade específica (densidade relativa) e qualquer outra manutenção ou teste periódico recomendado pelo fabricante.

Precisa de ajuda?